domingo, 30 de janeiro de 2011

De onde eu venho 2

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.

Eu não: Quero uma verdade inventada."

Clarice Lispector

sábado, 29 de janeiro de 2011

De onde eu venho

"Minha força está na solidão.
Não tenho medo nem de chuvas tempestivas,
nem de grandes ventanias soltas,
pois eu também sou o escuro da noite."

Clarice Lispector

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Se você ainda quer saber

Não foi o que ficou, ou o que deixou de ficar.
Não foi o que se falou ou o que se deixou de falar.

Não foi a perda da razão, ou a falta do entendimento.
Não foi a argumentação, ou o silêncio constrangedor.

Nada disso.

Foi o fato de deixar de sermos um para sermos eu e você
que precipitou nosso fim.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Números 32:23

Esteja certo que seu pecado o encontrará

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Não é que é mesmo

"Possivelmente, nunca parecemos tão à vontade como quando temos que representar um papel"

Oscar Wide - O Retrato de Dorian Gray - Página 143

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Convicção

"As coisas de que temos certeza absoluta jamais são reais"

Oscar Wide - Lord Henry - O Retrato de Dorian Gray

domingo, 23 de janeiro de 2011

Aprendi com a vida

"Não trate como prioridade as pessoas que lhe tratam como opção"

O Tempo e as Jabuticabas - Rubem Alves

"Contei meus anos e descobri que terei menos tempo
para viver daqui para frente do que já vivi até agora.

Sinto-me como aquela menina que ganhou uma bacia de jabuticabas.
As primeiras, ela chupou displicente. Mas, percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir
quem eles não admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Não participarei de conferências que estabelecem
prazos fixos para reverter a miséria do mundo.

Não quero que me convidem para eventos de um fim de semana
com a proposta de abalar o milênio.
Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir
estatutos, normas, procedimentos e regimentos internos.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas,
que apesar da idade cronológica, são imaturas.

Não quero ver os ponteiros do relógio avançando
em reuniões de 'confrontação', onde 'tiramos fatos a limpo'.

Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo
majestoso cargo de secretário geral do coral.

Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou:
'as pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.

Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos,
quero a essência, minha alma tem pressa...

Sem muitas jabuticabas na bacia,
quero viver ao lado de gente humana, muito humana;
que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos,
não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade,
defende a dignidade dos marginalizados, e deseja tão somente andar ao lado do que é justo.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor
absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.

O essencial faz a vida valer a pena."


Rubem Alves

sábado, 22 de janeiro de 2011

Roda Viva. Viva Roda

Ela quer saber,
não de viva-voz,
não de olhos nos olhos,
mas ela quer saber,
quer que eu diga,
o que move meu coração.

Nada move meu coração.
Meu coração é que me move.

Então, moveu. Parti. Adeus.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Condenação

Agora estou trancado dentro de mim,
violando a paz íntima da qual deveria ser credor,
por conta de uma vida que não é a minha.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Resignificar-se

Todos nós evoluímos.
Trocamos de pele como as cobras e as árvores.

As vezes a evolução provêm do tempo.
Crescemos, amadurecemos, evoluímos.

As vezes a evolução vem de momentos ou situações que vivemos.
Esta evolução é um rompimento, uma explosão.
A negação do eu antigo, do eu velho, para surgir o novo.

O processo de evoluir é o mesmo processo de resignificar-se.

Então não envelhecemos, apenas resignificamos.
Se crescemos em atitudes, maturidade e espiritualidade
estamos saindo do velho para o novo. Estamos rejuvenescendo.

Quando nos resignificamos, estamos mais leves, mais sutís.
Estamos mais próximos do Divino, do Sagrado.

Somos como que o Benjamin Button.
Talvez não com o corpo, mas seguramente, com a alma, com o espirito.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Máximas de Napoleão - 3

"Não há força sem habilidade"

Napoleão Bonaparte

domingo, 16 de janeiro de 2011

Máximas de Napoleão - 2

" O que caracteriza a demência é a desproporção entre os propósitos e os meios"

Napoleão Bonaparte

sábado, 15 de janeiro de 2011

Desespero

Me sinto vagamente errado, errante.
Fazendo coisas reais que não alteram em nada a realidade.
Sinto estar aqui e ali, mas, também, em nenhum lugar.
Tenho um Eu sem corpo ou endereço, sem destino ou aspiração.
Sou por ser, vivo por viver.
Morto não valho nada. Vivo, menos ainda.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Máximas de Napoleão - 1

"Batemo-nos mais por nossos interesses que por nossos direitos"

Napoleão Bonaparte

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Quem somos

Somos o que fazemos.
O que pensamos se materializa ou não, segundo a nossa ética,
a nossa moral, a nossa coragem ou nosso medo.
O que fazemos, nos define.

domingo, 9 de janeiro de 2011

A Roda da Vida

Uma casa ficou para trás. Dentro dela, sonhos nasceram e morreram.
Uma casa ficou para trás. Nas cercanias, esperanças e afetos não conseguiram frutificar.
Uma casa ficou para trás. Longe dela, sonhos e esperanças. Os mesmos sonhos, as mesmas esperanças, novos personagens.
 
BlogBlogs.Com.Br